Sequestro com roubo em São Lourenço do Turvo tem desdobramentos e 2 menores foram detidos

Os bandidos podem ser os mesmos que roubaram um carro na cidade de Araraquara-SP

Sequestro com roubo em São Lourenço do Turvo tem desdobramentos e 2 menores foram detidos
Imagens: Jornalista Fábio Pereira

Segundo consta em Boletim de Ocorrência, a vítima disse que chegava na academia da Rua Domingos Primiano por volta de 5h da manhã em sua Volkswagen Amarok branca com placas de Matão – FJW 7473, momento em que a mulher foi abordada por três bandidos encapuzados e armados com revólver e faca. Os meliantes estavam escondidos em um posto de combustíveis desativado .

Eles a colocaram dentro da caminhonete e rodaram com a vítima até a Vicinal Carlos Fernando Malzoni que liga Matão à Motuca e a abandonaram em meio a um canavial próximo ao assentamento III no “horto”.

Embora a vítima não tivesse tido a oportunidade de visualizar o rosto dos meliantes, ela contou que dois eram magros e um era “mais forte”.

A Polícia Militar foi chamada apenas quando a vítima conseguiu correr e chegar a uma propriedade rural nas imediações de onde foi abandonada.

Não foi possível rastrear o veículo, embora o celular da vítima também tenha sido roubado.

Após o fato, segundo consta em Boletim de Ocorrência, a equipe policial comandada pelo Tenente Tavares da 4ª CIA da PM de Matão, recebeu informações sobre um Chevrolet Agile roubado de um Uber de Araraquara.

Segundo informações o veículo estaria fazendo manobras em uma área rural da cidade de Matão-SP e poderia ser o mesmo carro que deu escolta no roubo seguido de sequestro em São Lourenço do Turvo, na manhã de segunda-feira (25).

Foi feito cerco pela Vicinal que liga Matão à Motuca – Carlos Fernando Malzoni – momento em que se depararam com o veículo, que estava com placas de um Gol.

Quando perceberam a presença da Polícia Militar, os três sujeitos abandonaram o carro e se esconderam no canavial.

Foi realizado cerco no local, com apoio das demais viaturas e um dos adolescentes, de 16 anos, foi detido. Ele confessou o roubo do Ágile em Araraquara no dia 21 de janeiro último.

O rapaz disse o nome dos dois comparsas no roubo e disse que a faca usada no crime estava em sua residência.

O comparsa, também de 16 anos, estava na casa do sujeito preso quando a PM chegou. Ele também foi detido e confessou a participação no crime.

Os menores infratores foram conduzidos ao Plantão Policial, onde foram ouvidos e diversos crimes de roubo foram esclarecidos com suas confissões.

No final da ocorrência, por serem menores de idade e não ter havido flagrante dos crimes, eles foram liberados para os genitores.

Ninguém foi preso.